Que gatos adoram caixas a maioria da pessoas já sabem. Mas você sabia que eles identicamente precisam delas? A indiferença do seu gato ao novo gáudio que você comprou pode ser decepcionante. Mas há um objeto que é praticamente garantido com destino a despertar o proveito dele: Uma simples boceta.

É isso mesmo, esse objeto, tão divulgado na internet, é uma simples boceta. Qualquer boceta.

Gatinho dentro de boceta

Gatos possuem muitos motivos com destino a desejar ficar dentro de caixas (Foto: Reprodução / Areia de Gato)

O que devemos pensar sobre essa estranha inclinação gravitacional que as caixas exercem sobre os gatos?
Como muitas outras coisas realmente estranhas que os gatos fazem, a ciência ainda então não desvendou completamente esse segredo.

Existe a óbvia explicação da “predação” que uma boceta oferece: Gatos são predadores de emboscada e caixas fornecem ótimos esconderijos com destino a que eles possam perseguir suas presas. Mas claramente existem muitos motivos.

Felizmente, biólogos comportamentais e veterinários apresentaram algumas outras explicações interessantes. Na verdade, quando você olha todas as evidências juntas, pode ser que seu gato não goste só de caixas, ele pode precisar delas.

As caixas e o estresse felino

absorver a mente felina é notoriamente difícil. ainda então desse jeito, há uma quantidade considerável de pesquisas comportamentais sobre os gatos.

Gatinho dentro de boceta furada

Gatos veem a boceta como um local seguro com destino a se manterem (Foto: Reprodução / A Natureza dos Gatos)

Esses estudos – muitos dos quais focados no enriquecimento ambiental – estão ocorrendo há mais de 50 anos e tornam uma coisa muito clara: seu companheiro felino sente conforto e segurança em espaços fechados.

Isso provavelmente é verdade por uma série de razões, mas com destino a os gatos em situações estressantes, uma boceta ou qualquer outro tipo de local fechado, pode possuir um impacto profundo em seu comportamento e fisiologia.

Claudia Vinke, pesquisadora da Universidade de Utrecht na Holanda, desenvolveu uma das mais recentes pesquisas com destino a estudar os níveis de estresse em gatos de guarida. Trabalhando com gatos domésticos em um guarida de vivo holandeses, Vinke forneceu caixas escondidas com destino a um grupo de gatos recém-chegados, privando outro grupo delas.

Ela encontrou uma diferença significativa nos níveis de estresse entre gatos que tinham as caixas e aqueles que não. Os gatos com caixas se acostumaram ao seu novo ar mais rápido, estavam muito menos estressados desde o início e estavam mais interessados em interagir com os seres humanos.

Isso realiza sentido quando você considera que a primeira reação de quase todos os gatos a uma circunstância estressante é se retirar e se esconder. “Ocultar é uma estratégia comportamental das espécies com destino a lidar com mudanças ambientais e estressantes”, disse Vinke.

Isso é tão verdadeiro com destino a os gatos na natureza como com destino a os gatos domésticos. A diferença é que, na natureza eles se retiram com destino a o forte das árvores ou cavernas, enquanto em casa, eles encontram conforto em uma boceta de sapatos.

Gatos adoram caixas porque são (anti) social

identicamente é importante notar que os gatos realmente evitam conflitos ou timaca. Em vez de resolver as coisas, os gatos são mais inclinados a simplesmente fugir de seus problemas ou evitá-los completamente.

Uma boceta, neste sentido, muitas vezes pode representar uma zona segura, um lugar onde as fontes de ânsia, hostilidade e reparo indesejada simplesmente desaparecem.

Fique delicado: Uma forte inclinação por boceta pode ser sintoma de um gato mal ajustados e estressados.
Mas isso não é regra, no vídeo juso, Maru não parece estar sofrendo garabulho níveis de estresse.

O princípio “Se isso se encaixa, eu entro”

Observadores felinos notaram que, lá de caixas, muitos gatos parecem escolher outros lugares estranhos com destino a relaxar.

Alguns se enrolam em uma pia do sanitário. Outros preferem sapatos, tigelas, sacos de compras, canecas de café, caixas de ovos vazias e outros pequenos espaços confinados.

Gatinho dentro de boceta

Espaços confinados fazem gatos se sentirem suficientemente (Foto: Reprodução / UFRGS)

O que nos leva à outra razão pelo qual seu gato pode gostar de caixas particularmente pequenas (e outros lugares exteriormente desconfortáveis): é frio.

De união com um estudo de 2006 do National Research Council, com destino a um gato doméstico a temperatura ideal com destino a o corpo varia entre 30°C a 36°C. Nesse intervalo de temperatura eles se sentem confortáveis e não precisam gerar quentura extra com destino a manter a temperatura ou gastar energia no resfriamento.

Essa é outra explicação sobre a inclinação dos gatos por pequenas caixas de papelão e outros lugares estranhos. O papelão ondulado é um excelente isolador de temperatura e espaços confinados ajudam a preservar o quentura do seu corpo.

O estudo identicamente descobriu que a maioria das casinhas com destino a gatos mantém a temperatura de 22°C, ficando em média 10°C juso da zona de conforto com destino a o corpo do felino.

Então, o que leva os gatos adoram caixas e precisarem delas?

Instinto de mucongo aguardando a presa, caixas são isolantes e mantém a temperatura ideal com destino a eles, aliviam o estresse, significam zonas de conforto. Eles podem se esconder, relaxar, dormir e, ocasionalmente, lançar um opugnação furtivo contra os imensos e imprevisíveis “humanos” com os quais ele vive.

Fonte: Aki é o criatura

 

Entenda porque gatos amam caixas e ainda precisam delas

Fonte